Um ano de Great Place to Work®: conquista e objetivos para o futuro da Olisipo

Tempo de Leitura: 4 minutos
Prémio Great Place To Work

A Olisipo celebra um ano desde que foi reconhecida como uma das melhores empresas para trabalhar em Portugal. Num ano repleto de adaptações e desafios impulsionados pela pandemia, o estudo Great Place to Work® à nossa comunidade interna e a conquista do prémio ganharam outro destaque para o futuro que queremos construir, em conjunto com todos os colaboradores.

Um estudo interno em plena pandemia

Foi no final de 2020 que decidimos arriscar e participar num assessment interno de grande dimensão. Recorrer a uma organização externa de prestígio e isenta, como a Great Place to Work®, era fulcral para obter insights valiosos e de forma imparcial sobre a relação dos colaboradores com a Olisipo.

“Num contexto inicial de pandemia, este estudo foi ótimo para ouvir as pessoas e passarmos a trabalhar e comunicar melhor com as nossas pessoas nos meses ou anos seguintes”, revela Bernardo Mota, COO da Olisipo. Assim, a meta nunca passou por ganhar prémios ou distinções, mas antes por auscultar a comunidade de colaboradores num estudo exaustivo e isento, pela primeira vez na nossa história, e compreender a sua relação com a Olisipo, as suas críticas e sugestões.

O que significou o prémio Great Place to Work®?

Com uma adesão bastante positiva, por parte de mais de 80% numa comunidade de quase 500 colaboradores, “o Estudo Great Place To Work® foi uma oportunidade única na nossa história de interagir com os colaboradores e dar-lhes visibilidade dos pontos fortes e a melhorar da organização”, conta-nos João Paiva, Diretor de Marketing Olisipo.

Na globalidade, o nível de satisfação dos colaboradores foi tão positivo que nos valeu o selo de Great Place to Work® e ainda destacou a Olisipo no top 30 de Best Workplaces® em Portugal. São dois grandes feitos que elevam a fasquia do trabalho a desenvolver e que aprofundam o nosso compromisso com a carreira de cada talento.

Pelo envolvimento de toda a comunidade Olisipo e pelos resultados muito positivos, João Paiva diz que “o estudo revelou-se um motivo de orgulho para todos os colaboradores, bem como um novo fator de diferenciação e atração de novos talentos no mercado“.

Transformações em 2021

A partir do estudo à comunidade interna da Olisipo, conseguimos encontrar vários pontos positivos e que mais nos destacam neste mercado de consultoria em IT.

No fundo, são os indicadores-chave que nos valorizam entre os talentos e que devemos continuar a desenvolver de forma focada. O acompanhamento próximo, a gestão de oportunidades de evolução na carreira, a aposta na formação especializada e a comunicação eficaz são os grandes benefícios destacados.

Mas mais relevante ainda foi, através deste assessment, conhecer os aspetos que a Olisipo deve melhorar, segundo os colaboradores, para criar uma empresa cada vez melhor para trabalhar. Há um grupo muito dedicado a este mega projeto que visa ouvir e cuidar dos nossos colaboradores. Estamos atentos às mudanças de paradigmas e de métodos de trabalho”, diz Paula Peixoto, Diretora de Recursos Humanos da Olisipo.

Planos de carreira detalhados

A formação é um dos pilares basilares da Olisipo, que reconhecemos ser uma ferramenta essencial para a evolução profissional dos nossos colaboradores. “O plano de carreira e os planos formativos ainda têm muito para desenvolver, vamos continuar a trabalhar nisso para que até ao fim do 1º trimestre de 2022 todos tenham um percurso formativo personalizado na sua área de atuação”, conta Paula Peixoto.

Formação dinâmica de excelência

Em estreita ligação com os planos de carreira, tornou-se importante detalhar as opções formativas mais relevantes para cada área de especialização.

A formação é um dos pilares fundamentais na Olisipo, que desenvolvemos no sentido de valorizar os colaboradores e os seus conhecimentos para alavancar a sua carreira.

Com a pandemia, foi imperativo criar soluções que permitissem essa aposta na aprendizagem dos nossos talentos. Num momento tão crítico, “em vez de recuarmos, investimos” de forma contínua nas opções e ferramentas formativas, diz Bernardo Mota.

A adaptação aos modelos remotos foi abraçada como um novo desafio, superado com sucesso. Hoje este formato de Live Training continua presente como preferência para todos os que escolhem formação remota de excelência.

Em simultâneo, fizemos um trabalho de fundo no novo centro de formação presencial da Olisipo. Olhando para as exigências atuais, tanto ao nível de segurança na gestão da pandemia como ao nível da qualidade do próprio espaço, criámos um espaço com as melhores condições para todos os profissionais que escolhem desenvolver a sua formação connosco:

  • Salas equipadas com tecnologia de ponta;
  • Novos postos de exames de certificação, certificados pela Pearson Vue;
  • Renovação do catálogo de formações para ser mais abrangente;
  • Cursos de excelência e reconhecidos internacionalmente;

Processos de avaliação e desempenho uniformes

No âmbito do acompanhamento de cada percurso em maior proximidade, Paula Peixoto revela que estamos a olhar para novas ferramentas para gestão de colaboradores dedicados a projetos externos.

Além disso, também os procedimentos de avaliação estão a ser otimizados para alcançar feedback de forma mais formal, mais construtiva, e colocar objetivos para o futuro”. Segundo Paula Peixoto, os esforços estão virados para a uniformização de processos de avaliação e desempenho dos projetos externos, assim como para a valorização dos momentos de avaliação do próprio colaborador e da Olisipo em conjunto com cada Talent Manager.

Comunicação sem entraves

Há vários trabalhos em curso no sentido de “melhorar o portal Olisipo da perspetiva dos utilizadores, os nossos colaboradores. Estamos a recuperar algo que nos permita gerir as atividades com os colaboradores, para prever, prevenir e solucionar necessidades que surjam”, explica Paula Peixoto.

Assim, foi desenvolvida uma nova ferramenta neste Portal do Colaborador para agilizar reuniões entre colaboradores e Talent Managers, facilitando a comunicação e o acompanhamento de cada especialista.

Objetivos atuais

Pela primeira vez na sua história de 28 anos, a Olisipo inaugura um novo ano com mais de 500 colaboradores. Será um desafio que abraçamos com o mesmo compromisso de sempre, focado na melhor gestão de carreira de cada profissional que contribui para evolução da Olisipo.

Como conta o João Paiva, foi possível retirar deste estudo “centenas de inputs e estatísticas que foram uma mais valia ao longo de todo o ano e nos permitiram dar visibilidade interna sobre a cultura da empresa”. Neste momento o foco da Olisipo está no desenvolvimento detalhado dos pontos evidenciados no estudo da Great Place to Work®, que já vimos a trabalhar desde 2021.

Não descartamos a futura participação em novos assessments. Bernardo Mota revela que “queremos voltar a repetir este tipo de auscultação para trabalharmos de forma continua na melhoria do ambiente de trabalho na Olisipo, é essa a nossa grande prioridade e ambição”.

A cultura da Olisipo sempre se pautou por transparência e proximidade, num apelo constante por feedback. Assim, continuaremos a pôr em prática diferentes momentos de avaliação e recolha de críticas construtivas. Só poderemos melhorar ouvindo quem constrói, diariamente, o futuro e o sucesso da Olisipo.

Partilha-me!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Subscreve a newsletter semanal com os melhores conteúdos

Read on...

Está na hora de dares um salto na tua carreira?

iT's 27 years accelerating careers and still new in town!

Key reading jobs

Disponível para novos projetos?

Envia-nos a tua candidatura!

Preferes escrever-nos um email? Envia a tua candidatura para: recrutamento@olisipo.pt