A presença crescente da tecnologia blockchain no mundo

Tempo de Leitura: 4 minutos
blockchain

Cada vez mais a blockchain se estende a diferentes setores e mercados. Embora fortemente associada à Bitcoin, esta tecnologia está a ganhar novos usos no mundo real.

A expansão

Embora haja complexidade nos sistemas de blockchain o conceito central é simples de entender: blockchain é uma espécie de base de dados, que utiliza uma cadeia de blocos capaz de guardar e verificar grandes volumes de transações digitais em cadeias descentralizadas e mais seguras.

Através da blockchain, problemas como falsificação ou duplicação de bens ou transações digitais deixam de acontecer. Na sua origem, nos anos 90, esta tecnologia era desenvolvida sobretudo na área da banca e das criptomoedas.

Mas o nível de desenvolvimento, complexidade e segurança são de tal ordem que a blockchain está a conquistar inúmeros utilizadores e setores de produção. De acordo com o estudo Market Sizing Tool, da CB Insight, estima-se que o investimento anual em soluções baseadas em Blockchain chegue aos 16 mil milhões de dólares até 2023.

Pelo crescente desenvolvimento e utilização das cadeias de blocos no quotidiano, qualquer profissional especializado nesta tecnologia terá um grande destaque no mercado.

A especialização na área serão fatores diferenciadores para os profissionais no mercado, pelo que aposta em formação dedicada a Blockchain será a chave para evoluir.

5 áreas que beneficiam de Blockchain

Embora sobretudo associada a criptomoedas e atividade bancária, a Blockchain está a expandir-se para cada vez mais setores e a ganhar outros usos.

Da já conhecida banca até à educação ou saúde, diferentes áreas a viver uma verdadeira disrupção em função das potencialidades desta tecnologia.

1. Segurança da informação

Numa era de digitalização em todas as formas de consumo e serviços, manter a segurança de dados e informações privadas está sempre na ordem do dia.

Para alcançar ótimos níveis de ciber segurança, muitas indústrias e setores estão a contar com blockchain no seu cerne, por permitir encriptação segura dos dados e descentralização da informação.

Nos EUA, as máquinas utilizadas para votar em qualquer eleição estão sujeitas a ataques e falhas. Assim, a blockchain vem desenvolver um melhor sistema para impedir fraudes eleitorais.

Pensando ao nível dos transportes, a compra de bilhetes envolve uma grande quantidade de informação privada. A pensar nisso, a companhia aérea russa S7 Airlines tem um sistema assente em blockchain para garantir a segurança dos dados e das transações bancárias.

2. Cultura e entretenimento

A blockchain está a transformar a compra de peças de arte e o próprio conceito de arte. Para além de reduzir custos, também permite difundir as peças enquanto Non Fungible Tokens, items digitais que perduram, que representam algo único e que permitem um acesso global às obras.

No mundo de arte digital, os NFT são utilizados para certificar a propriedade das peças, valorizando as criações. Recentemente, uma representação artística do código criador da WWW foi vendida pelo seu criador por 5.4 milhões de dólares, tornando-a um dos NFT mais caros até à data.

Aqui, a blockchain é utilizada como forma de assinar e registar cada peça, garantindo que não é possível falsificá-la e que o artista recebe os devidos direitos por ela.

A indústria de gaming e e-Sports tem crescido exponencialmente. Durante os jogos e transmissões desses online, é possível oferecer donativos e até fazer compras, envolvendo risco nas transações.

Assim, nascem empresas como a Enjin Coin, uma criptomoeda utilizada para compra e trocas de cerca de mil milhões de digital assets. Com uma base descentralizada, possível com blockchain, as plataformas de jogos conseguem assegurar trocas monetrárias mais seguras e transparentes.

3. Telecomunicações

Cada vez mais entidades, indivíduos e organizações recorrem ao armazenamento em cloud, assim como uma série de aparelhos opera recorrendo a ela.

A tecnologia blockchain é útil por várias razões neste campo, destacando-se a descentralização e segurança dos dados armazenados e a otimização de custos de manutenção. Sem intermediários ou necessidade de supervisão extra, o acesso não solicitado à cloud é bloqueado.

Para os aparelhos eletrónicos a funcionar de forma autónoma, no que designamos como Internet of Things (IoT), a blockchain permite que um aparelho se conecte e interaja sem recurso a uma central.

Em 2015, a IBM e a Samsung conseguiram-no com sucesso, lançando o ADEPT com base nessa tecnologia. Assim, a blockchain assume-se como “espinha dorsal” para a vasta rede de aparelhos, que de forma autónoma comunicam e gerem atualizações do sistema, bugs e energia.

4. Serviços financeiros

A área financeira é aquela onde mais serviços estão a ser transformados e melhorados pela blockchain.

A empresa Ripple, cujos serviços se baseiam na tecnologia de blocos, uniu-se a alguns dos seus clientes, entre eles bancos como Santander ou Western Union, com o objetivo de otimizar a eficiência de pagamentos além-fronteiras.

Também outras entidades estão a apostar nesta tecnologia para as suas transferências, reduzindo exponencialmente os custos de tempo e dinheiro antes utilizados na verificação das transações.

Na bolsa, torna-se mais simples e automático investir e gerir ações graças à blockchain, como a plataforma tZero faz. A grande vantagem é conseguir conectar de forma segura e imediata as empresas e os bancos, não colocando em risco as quantias avultadas de investimento.

Ainda, graças à encriptação de informações e à impossibilidade de duplicar quantias ou pagamentos, com blockchain reduz-se de forma significativa o risco de fraudes bancárias e de lavagem de dinheiro.

5. Logística e infrastruturas

Para além de transações digitais, a tecnologia blockchain inclui objetos e itens tangíveis. Tirando partido das vantagens que esta traz para o setor de transportes, criou-se um aliança (BiTA) para perpetuar os standards da indústria entre os seus colaboradores.

Esta é a maior aliança comercial baseada em blockchain que existe, com o propósito de educar os profissionais do setor para as potencialidades desta tecnologia no seu trabalho: melhoria nas transações, acompanhamento de envios, gestão de frota, identificação de falhas de segurança alimentar ou otimização de rotas de entrega são algumas das tarefas possíveis de desenvolver com blockchain.

Num nível quotidiano, a blockchain vem ainda permitir reduzir a burocracia numa série de serviços e setores, incluíndo o imobiliário. Na compra e venda de casas há inúmeros documentos envolvidos, com maior risco de perda de confidencialidade ou fraude.

Empresas como a Propy e Ubitquity desenvolveram ferramentas baseadas em blockchain que permitem guardar, acompanhar e transferir títulos, garantir o rigor dos documentos e reduzir “a papelada”.

Nos últimos anos, assistimos ao desenvolvimento da blockchain. Além da bitcoin, esta tecnologia vem transformar diferentes setores e de formas variadas. As suas potencialidades tornam-na uma das tendências seguidas com maior atenção e qualquer profissional que se especialize na área estará na vanguarda tecnológica.

Partilha-me!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Subscreve a newsletter semanal com os melhores conteúdos

Read on...

Está na hora de dares um salto na tua carreira?

iT's 27 years accelerating careers and still new in town!

Key reading jobs

Disponível para novos projetos?

Envia-nos a tua candidatura!

Preferes escrever-nos um email? Envia a tua candidatura para: recrutamento@olisipo.pt